13 de abr de 2008

Temperamentos Humanos - Capítulo 2

Mistérios Revelados

Temperamentos Humanos - Capítulo 2

"O superesforçado Colérico fabrica as invenções do genial Melancólico, as quais são vendidas pelo elegante Sangüíneo e desfrutadas pelo afável Fleumático".

Colérico - Cólera é a palavra grega para bílis e colérica é a pessoa ativa, cheia de energia, empreendedora, temos uma mistura potencialmente explosiva de instinto e reações rápidas. O colérico é passível de acessos de raiva e irritação. Falando em colérico, logo pensamos em cólera, que significa raiva. Realmente o humor (gênio, temperamento, índole, caráter, disposição de espírito) deste temperamento é o mais "esquentado", mas isto não quer dizer que a pessoa seja má ou raivosa, mas que ela tem muita energia para gastar.

CARACTERÍSTICAS

Tipo físico: Ombrudo, peito para frente, cabeça enterrada nos ombros, sisudo, parece rude. Denota um controle e um domínio reflexivo, uma conduta regida pela vontade, um modo de atuar enérgico e tenaz. O tórax e o abdômen são bem delineados, braços e pernas largos e compridos (quando compra camisa, fica curta!). Pulso rápido, coração pequeno e vasos estreitos, o que lhe acelera a circulação, vigoroso, exaltado, excitado, inquieto, impetuoso, agitado, nervoso externamente, irado, furioso, bravo, seguro, determinado, olhos severos e olhar firme, mãos cerradas e andar firme.

Personalidade: É um ser irradiante, mas no plano intelectual com ponderação e medida. Sua energia manifesta-se por resoluções inquebrantáveis (decidiu, está decidido e pronto!). Rápido nas decisões (principalmente pela sua impulsividade), perseverante, se tomar uma decisão mental, não discute mais, está resolvido. É um metódico que planeja não só sua intervenção como a forma e o momento. De sua vontade tenaz resultam dois sentimentos: a dignidade e o desprezo pelos que fracassam. É exigente com os demais porque o é consigo mesmo. É de caráter sério, sóbrio, concentrado, reflexivo e raciocinador. Simplifica seus gestos, palavras exercendo um domínio constante sobre seus nervos e emoções. Sua vitalidade é forte. A sociabilidade é um meio para alcançar um fim. Se praticar esportes, acaba querendo competir, nem que seja consigo mesmo: "hoje eu fiz isso em tanto tempo, amanhã vou fazer mais rápido". O colérico precisa de atividades que envolvam o dispêndio de energia. Sente-se facilmente estimulado quando necessita trabalhar com as mãos ou com as pernas. Tem tendência a descarregar as suas emoções em atos, palavras e manifestações grandiosas e expressivas. Sua facilidade de contato lhe proporciona amigos em todas as partes. Sua afabilidade e agradável trato o fazem uma pessoa simpática e atrativa. Necessidade de ser aclamado e sentir-se importante em todos os lugares que transita. Tendência a ver as pessoas, os fatos e as coisas segundo lhe inspirem simpatia ou repulsão. Devido à sua vaidade sente-se estimulado sempre que possa rivalizar com os demais em seu trabalho, nos esportes e nas questões sociais de qualquer esfera. Sua finalidade é alcançar o topo, brilhar dentro do grupo social ou profissional, mais que qualquer outro. Busca cargos, honrarias e projeção social. Gosta de mostrar ostentação. Sua memória é mais visual do que auditiva. Retém pouco as conversações; os discursos o comovem, mas não ficam fortemente gravados em sua memória, todavia recorda com grande facilidade imagens e impressões visuais.

Profissional: Possui inteligência objetiva, prefere o concreto ao abstrato. Sabe decidir e tem boa capacidade de comando. É perseverante e não desiste nem perante os fracassos. Atua sem necessidade dos demais. Sua atividade é intensa, organizada, dirigida pela razão. Distribui suas tarefas e as realiza com regularidade, mas conforme sua vontade. Disciplinado, sistemático e organizado nas suas tarefas, metódico, rege sua conduta por rígidos princípios morais. No trabalho apresenta ordem, concentração e eficácia. Não perde tempo com minúcias. Tem capacidade de mando. É voltado ao futuro, enfrenta os problemas. Possui uma inteligência brilhante, objetiva e positivista, que prefere o concreto ao abstrato. Senso prático. Detesta a análise dos pormenores superficiais, vai à essência, buscando a síntese e a razão das coisas. Atua sem a necessidade dos demais. Espirito de liderança, capacidade para mandar e dirigir.

Motivação: Convém mostrar-lhe a hierarquia do cargo, a finalidade e o alto valor da tarefa que ele irá realizar realçando a sua posição em relação às pessoas com as quais irá trabalhar. Gosta de fatos concretos, precisos, exatos e atua com seriedade. Nos problemas ao lidar com o colérico, venha sempre com uma alternativa.

Criança: O seu ponto forte é a cólera e seu caráter teimoso e irredutível, embora muitas vezes não os exteriorize. Quando as coisas não saem conforme os seus desejos e como estes são apoiados numa vontade forte, a sua contrariedade é tão forte quanto o desejo. Tem um arraigado sentido de justiça. É responsável. Sabe se impor com facilidade, pois dentre os temperamentos é o mais firme. Tem muita energia e até sem ninguém pedir, torna-se líder do grupo. Gosta da liderança, mas se não o seguirem estoura, pois tem os nervos à flor da pele. Suas manifestações de raiva são guardadas por algum tempo e é por isso que é considerado um rancoroso. É muito trabalhadora e é por ai que é canalizada a saída de suas tensões. Gosta que a admirem. Não é influenciável, é pouco imaginativa. Sabe chegar melhor ao fundo das questões.

Mulher: Apresenta forte espírito de liderança, é líder de grupos femininos, boa anfitriã, secretária executiva, participa de competições esportivas, presidente de associações de Pais e Mestres, administradora, pode ser insensível aos problemas dos outros, líder de movimentos pioneiros, alta funcionária de banco.

continua o assunto no próximo post Temperamentos Humanos - Capítulo 3

0 comentários:

Adhemar Ramos

Busca Bing
14/12/1942 - 04/02/2012
Até o seu último momento, formou livres pensadores ajudando no despertar de consciência da Obra do Eterno na Face da Terra "PAX". Estudioso de muitos anos sobre assuntos esotéricos. Membro da Sociedade Brasileira de Eubiose, instrutor e orientador nas escolas de iniciação eubiótica, divulgador de conhecimentos iniciáticos através de jornais, revistas, rádio, televisão e também através de palestras, cursos e workshop. Este conhecimento procurou divulgar através dos seus programas da Radio Mundial FM 95,7, onde abordava diversos temas esotéricos, deixando um legado de extremo valor.